quinta-feira, 7 de maio de 2009

Paisagem Mórbida

A lua que ilumina tua
Face e teu semblante que me
Causa dor por tua
Perda iminente

A paisagem que nos rodeia
Traz o medo mortal e nos
Inspira a mais pura
Paixão ardente

Não pretendo te machucar
Nem perder tua confiança
Diga teus desejos
Quase inocentes

Quero ser mais que alguém
Para te trazer alegria
Deixe que seu coração
Siga em frente

Vamos voltar ao nosso bosque
Para que tenhas a certeza
Te levar em meus braços
Nus novamente

No descanso que é nosso leito
Vamos ser um corpo apenas
Juro que falei feliz
Teu corpo e mente

Nenhum comentário: